quarta-feira, 21 de junho de 2017

Luiz Couto defende impeachment de Temer após novas denúncias de Joesley

Assessoria –

Em pronunciamento nesta terça-feira, 20, na Câmara dos Deputados, Luiz Couto (PT-PB) defendeu que a Casa julgue com brevidade a denúncia que o procurador da República, Rodrigo Janot, deve encaminhar no dia 26 deste mês contra o presidente Michel Temer (PMDB) e o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Para o deputado paraibano, a Câmara não pode ser convivente com a situação de desgaste e denúncias de corrupção contra o chefe do executivo do País e alguns de seus principais auxiliares e aliados.
"Esperamos que a denúncia do Janot chegue a esta Casa e que nós possamos instalar o processo de impeachment deste Presidente e convocar eleições diretas. Espero que, em cima de um programa emergencial, possamos ter um Presidente uma Presidenta que faça este Brasil voltar ao desenvolvimento", declarou Couto.

O discurso do parlamentar paraibano lembrou que a última edição da Revista Época trouxe novas denúncias contra Michel Temer e contou a história da organização toda, com o líder e também seus seguidores.

"Com a denúncia feita pelo Joesley Batista, o Presidente disse que vai processá-lo por calúnia. E disse mais: afirmou que bandido não pode ficar sem punição. Quero que isso seja para todos os bandidos, inclusive para aqueles que acham que não estão cometendo crimes em nosso País. A justiça já identificou, o Ministério Público encaminhou essa questão, e eu tenho certeza de que esse Governo que faz discursos para se defender não governa mais — só faz maldades, perversidades, crueldades contra o povo brasileiro. É importante que nós possamos votar, mesmo, a mudança para que efetivamente este Presidente seja afastado", enfatizou o deputado.



Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE