sexta-feira, 2 de junho de 2017

Equipe do Museu do homem do Curimataú visita local onde foi encontrado fóssil de preguiça gigante em Baraúna

Ismael Ferreira -

Israel Araújo, diretor do Museu do Homem do Curimataú, e o professor e biólogo Marcus Lopes, responsável por estudar os fósseis da preguiça gigante, visitaram a cidade de Baraúna na última quinta-feira (01), para conhecer a Lagoa e a Pedra da Escada, pontos que serão trabalhados para desenvolver o turismo no município. 
De acordo com o Diretor de Turismo de Baraúna, Fagner Giminiano, está sendo conversado para que sejam firmadas parcerias entre a Prefeitura de Baraúna e a UFCG.























Os fósseis do animal pré-histórico foram encontrados em 2005 durante limpeza da lagoa, localizada ao lado da cidade.  Parte dos achados foram doados para o museu do Homem do Curimataú em Cuité.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE