terça-feira, 9 de maio de 2017

Ricardo lança Programa Mais Trabalho com obras nas áreas de recursos hídricos, infraestrutura, educação e saúde

Secom -

O governador Ricardo Coutinho lançou, nesta segunda-feira (8), no Palácio da Redenção, o Programa Mais Trabalho, que representa R$ 572,1 milhões de investimentos em uma série de obras em áreas como recursos hídricos, infraestrutura, educação e saúde. Entre as obras está a adutora TransParaíba, que vai levar as águas do açude Boqueirão para o Curimataú paraibano, região que sofre com a escassez hídrica. Também está prevista a construção de 15 novas escolas, além da reforma ou ampliação de outras 44 unidades de ensino, entre outras ações. Deputados estaduais, prefeitos e auxiliares do Governo estiveram presentes na solenidade.
De acordo com o governador Ricardo Coutinho, este Programa é de grande relevância porque representa um investimento de mais de meio bilhão de reais em várias regiões da Paraíba, neste momento de crise nacional. “O Mais Trabalho consiste em manter e ampliar o nível de investimento do Estado nesta época de retração do Brasil. Isso é fruto de um esforço enorme para economizarmos e cuidarmos bem do dinheiro e diminuir onde precisa ser cortado. Nossa prioridade é fazer com que os investimentos gerem qualidade de vida para nossa população. O Mais Trabalho envolve aproximadamente meio bilhão de reais para várias áreas, como recursos hídricos, infraestrutura, educação, enfim, tem escolas novas, cinco barragens, a TransParaíba, a estrada de Catolé de Boa Vista/Boa Vista, são muitas obras”, ressaltou.
Entre as obras anunciadas na solenidade, o governador ressaltou as ações que vão garantir a segurança hídrica para diversas cidades. “O setor hídrico terá a maior obra do Estado nesta área que é a adutora TransParaíba. Esse sistema adutor vai levar as águas do Rio São Francisco até a última cidade do Curimataú e os ramais cobrirão outras regiões com a possibilidade de chegar, em outra etapa, no município de Araruna, que fica em outra região. Também estamos anunciando as adutoras de Nova Camará e a adutora que levará água para Arara, saindo lá de Remígio, e levará água para Areial e Montadas, saindo de Puxinanã. Essas e outras ações vão trazer a sonhada segurança hídrica para diversas cidades”, anunciou Ricardo Coutinho. 
Obras – O Programa Mais Trabalho vai destinar R$ 66 milhões para aquisição de equipamentos para o Hospital Metropolitano de Santa Rita que deve ficar pronto até janeiro de 2018. Na infraestrutura hídrica, serão investidos R$ 284 milhões em obras como a adutora TransParaíba (Sistema adutor do Curimataú), que representa cerca de R$ 220 milhões e vai beneficiar 148 mil habitantes. E ainda sistemas de abastecimento de água, a exemplo de Assunção e Baraúnas e a 2ª etapa do sistema adutor Nova Camará, além de barragens e a implantação de dessalinizadores.
O sistema adutor do Curimataú contará com 350 km de adutoras construídas com captação no açude Boqueirão, de onde se desenvolve margeando estradas vicinais até a cidade de Boa Vista. Depois o eixo adutor segue em direção à cidade de Soledade, seguindo na direção sul do Estado, margeando as PB-177, PB-187 e no segmento final pela BR-104, atendendo a população de 19 cidades: Boa Vista, Boqueirão, Soledade, Juazeirinho, São Vicente do Seridó, Olivedos, Cubati, Pedra Lavrada, Nova Palmeira, Sôssego, Baraúna, Picuí, Frei Martinho, Cuité, Nova Floresta, Barra de Santa Rosa, Damião, Cacimba de Dentro e Araruna.
“A TransParaíba é a grande transposição dentro do nosso Estado. Trata-se de uma obra grandiosa com cerca de R$ 220 milhões de investimento. A obra vai gerar emprego, trazer segurança hídrica e melhorar a qualidade de vida do povo. Brevemente, algumas obras do Programa Mais Trabalho serão iniciadas e, em poucos meses, algumas delas já estarão prontas”, garantiu o secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo.
O presidente da Associação Municipalista do Curimataú e Seridó paraibano, Aido Lira, afirmou que as obras hídricas serão a solução definitiva para o problema da falta de abastecimento de água na região. “A TransParaíba vai mudar a realidade do Curimataú, que tem o menor potencial hídrico do Estado. Ela será uma das maiores obras que a região vai receber visando o combate à seca e a promoção da segurança hídrica”, frisou.
O Mais Trabalho ainda prevê quase R$ 145 milhões para a área da educação com a construção, reforma e ampliação de 59 escolas. Também serão investidos R$ 43 milhões na infraestrutura viária do Estado, com obras como a implantação do acesso ao Hospital de Santa Rita, a construção da PB-138 (Catolé de Boa Vista/Boa Vista) e a pavimentação da via litorânea do Conde. Na segurança, haverá a aquisição de 100 motos para a Polícia Militar representando cerca de R$ 2,3 milhões de investimento.
Ainda estão previstas dentro do Programa Mais Trabalho melhorias na infraestrutura do Porto de Cabedelo, com recursos na ordem de R$ 686 mil, além de cerca de R$ 30 milhões para obras na infraestrutura dos municípios, como a segunda etapa do Parque Parahyba, em João Pessoa, a segunda etapa da urbanização do Parque Bodocongó, em Campina Grande, e a urbanização da Bica de Sertãozinho, em Mamanguape.

Confira anexo da relação de obras Mais Trabalho




Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE