sexta-feira, 10 de março de 2017

Papa diz estar aberto a permitir que homens casados virem padres

Folha de S.Paulo -

O papa Francisco expressou em uma entrevista ao jornal alemão “Die Zeit” publicada nesta quinta-feira (9) estar aberto a “estudar” a possibilidade de homens casados virarem padres como alternativa à escassez de sacerdotes, principalmente em comunidades remotas.
“Nós também devemos determinar quais seriam suas funções, por exemplo em áreas remotas”, detalhou o pontífice, ressaltando que a ordenação de homens casados não pode ser encarada como solução para a falta de padres na Igreja.
A ideia de transformar em padres os chamados “viri probati” –homens casados, aposentados e com histórico de compromisso com a Igreja– circula há décadas, e sua retomada mais recente é mais um indicativo das intenções do papa Francisco de flexibilizar algumas tradições do catolicismo.
Francisco já havia indicado em 2014 que o celibato de padres “não é um dogma” da Igreja.
Segundo a agência de notícias Associated Press, uma das pessoas que vêm pressionando Francisco a aceitar a ordenação de homens casados é o cardeal brasileiro Claudio Hummes, amigo de longa data do pontífice, que busca resolver o problema da falta de clérigos na região da Amazônia, onde a Igreja conta aproximadamente com um padre para cada 10 mil fiéis.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE