terça-feira, 7 de março de 2017

Cientistas criam pílula que libera remédio quando encontra a doença

Agências internacionais –

Cientistas da Universidade de Eindhoven, na Holanda, criaram uma pílula inteligente, que libera a carga química de acordo com o estado de saúde do paciente. Segundo o UOL, a pesquisa, liderada pelo bioquímico Maarten Merkx e publicada na revista Nature Communications, desenvolveu um remédio que utiliza o DNA para coletar dados, como a quantidade de anticorpos presentes no organismo, e "calcular" a dose de remédio a ser liberada no organismo.
Até o momento, a pesquisa foi testada apenas em tubos de ensaio e ainda não pode ser aplicada no combate real de doenças. Contudo, o estudo abre portas para tratamentos mais precisos e rápidos, além de dificultar que o paciente consuma remédios errados ou diagnósticos errados dos médicos. Os cientistas esperam usar a pílula inteligente no combate ao vírus da gripe e do HIV assim que a infecção tivesse início, sem necessidade de diagnóstico.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE