segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Suspeito é preso por fraudar exame de HIV para golpes contra servidores na PB

Correio -

Um homem de 43 anos foi preso na manhã desta segunda-feira (13) suspeito de integrar quadrilha voltada para contratação de empréstimos consignados em nome de servidores públicos utilizando documentos falsos. De acordo com investigação da Delegacia de Defraudações e Falsificações, o suspeito fraudou um exame de HIV para conseguir benefício social.

Conforme divulgado pelo delegado Lucas Sá, uma das vítimas do suspeito foi um capitão da Polícia Militar, lesado em R$ 40 mil. Além do policial, pelo menos outras três pessoas foram prejudicadas pelo esquema criminoso, totalizando R$ 200 mil. Ele vinha sendo investigado há seis meses.
O suspeito já havia sido preso em agosto de 2012, com mais duas pessoas, praticando a mesma conduta criminosa. Ao ser preso nesta segunda-feira, ele portava uma cédula de identidade falsa e cartão bancário, um contrato de aluguel, um cartão de uma loja de departamentos, cartões bancários de terceiros e um exame que atesta que é soropositivo. No entanto, o laudo é falso e era utilizado pelo suspeito para conseguir a concessão de benefício social.

O suspeito responderá por uso de documento falso, falsidade ideológica, estelionato e associação criminosa, podendo ser condenado a até 19 anos de reclusão. 


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE