segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Prefeito de Picuí esclarece informação sobre contratação de carro pipa

Ascom -

Prefeito de Picuí Olivânio Remígio
O prefeito Olivânio contratou de forma emergencial, um caminhão pipa para fornecer 200 (duzentas) carradas de água doce para população urbana do município durante 60 (sessenta) dias. 

Foi veiculado em rede social que o valor era exorbitante e o prefeito pagou a importância de R$ 36.000,00 (trinta e seis mil Reais) por caminhão. Na verdade, agiram de má fé ao passar informação sem verificar os extratos de pagamentos! A prefeitura está ofertando 6 (seis) dias de abastecimento de água a população atingida pela estiagem, abastecendo 18 (dezoito) pontos, na gestão anterior, era apenas dois dias. 

Por semana são colocadas 26 (vinte e seis) pipas de água doce nos pontos de distribuição pública, e pouco mais de 6 (seis) nas unidades de saúde e demais estabelecimentos de uso da comunidade.

Vale salientar que o custo pela compra da água, o combustível e o motorista fica por conta do prestador do serviço. O abastecimento de água de ‘gasto’ é comprado ao valor de R$ 25,00 (vinte e cinco Reais) cada pipa, a prefeitura utiliza dois veículos próprios, com a revitalização do poço de Luiz de Joca, esse valor deixa de ser pago e a economia vai passar de R$ 6.000,00 (seis mil Reais) ao mês. 

No que tange ao contrato em questão, não significa dizer que a prefeitura vai pagar o valor total, a regra é básica, paga-se a água que é colocada.

O controle de distribuição de cada pipa d’água é controlada rigorosamente pela prefeitura. 

No decorrer da semana, três novos caminhões pipas serão contratados pela prefeitura de Picuí, conforme convênio com o estado da Paraíba ao custo total de R$ 97.200,00 (noventa e sete mil e duzentos Reais) no prazo de 120 (cento e vinte Dias), nesse caso, seguindo a regra do convênio celebrado entre prefeitura e governo do estado o quantitativo será reduzido, uma vez que a regra colocada no contato estabelece que o caminhão pipa percorra no mínimo 50 km por dia, fato que diminuirá consideravelmente a oferta de água para população urbana.



Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE