Paraíba fica fora do Plano Nacional de Segurança do Ministério da Justiça - Jornal Diário do Curimataú
Paraíba fica fora do Plano Nacional de Segurança do Ministério da Justiça

Paraíba fica fora do Plano Nacional de Segurança do Ministério da Justiça

COMPARTILHE
Portal Brasil -

Imagem de internet
As cidades de Natal (RN), Aracaju (SE) e Porto Alegre (RS) foram as capitais escolhidas para início da implantação do Plano Nacional de Segurança, do Ministério da Justiça e Cidadania. A Paraíba ficou de fora, mesmo fechando 2016 com 33,1 homicídios por 100 mil habitantes.

A partir do dia 15 de fevereiro, uma série de ações integradas entre o governo federal e o governo do Rio Grande do Norte começarão a acontecer no combate à criminalidade em Natal.
O foco será na redução de homicídios dolosos, feminicídio e violência contra a mulher, além da modernização do sistema penitenciário e combate à criminalidade organizada transnacional.

Como uma das principais ações do Plano, está a montagem do Núcleo de Inteligência, que unirá as áreas de inteligência das polícias Federal, Rodoviária Federal, Militar e Civil e as áreas de inteligência penitenciária federal e estadual.

Um mapa atualizado em tempo real marcará as áreas de incidência de crimes e outras informações, possibilitando a realização de operações específicas no combate à criminalidade.

De acordo com o levantamento da Secretaria de Segurança da Paraíba, durante 12 meses de 2016 foram contabilizados 1.322 casos de crimes violentos letais intencionais - CVLI (homicídios dolosos ou qualquer outro crime doloso que resulte em morte), enquanto que em 2015 foram registradas 1.502 ocorrências do tipo.

urança, do Ministério da Justiça e Cidadania. A Paraíba ficou de fora, mesmo fechando 2016 com 

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.