quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Pais passam três dias em filas para vagas em escolas de João Pessoa

G1 -

Pais e familiares enfrentaram filas em escolas municipais de João Pessoa há três dias para garantir as matrículas dos filhos, que começaram nesta quarta-feira (4). Para os pais, o motivo de estar na fila tão cedo é a qualidade das escolas. De acordo com o diretor de gestão curricular de João Pessoa, Gilberto Cruz, são 4,5 mil vagas reservadas para o ensino infantil, ensino fundamental e ensino de jovens e adultos (EJA).

As escolas Padre Pedro Serrão, no bairro do Cristo Redentor, e Pedro Novais, no bairro dos Novais, receberam solicitantes de matrículas desde o domingo (1º).
Luzinete Rodrigues enfrenta a fila pelo segundo ano consecutivo. Em 2016, conseguiu a ficha de número nove e garantiu a vaga da filha. Neste ano, dormiu na porta da escola para que o sobrinho também consiga estudar na escola. “É o único colégio que presta, se os outros prestassem a gente não estaria passando por isso”, disse.
Leilson de Brito é auxiliar de serviços gerais e chegou às 18h do domingo na escola municipal Pedro Novais para garantir a vaga do sobrinho. Ele confessa que vale o esforço devido à qualidade da escola. Na escola Aruanda, no bairro dos Bancários, a fila começou a se formar desde a terça-feira (3), às 15h.
As matrículas se estendem até o dia 27 de janeiro, para o ensino infantil e fundamental, e até o dia 31 para o EJA, no entanto, muitas vagas para novatos já se esgotaram.
Para realizar as matrículas é necessário o histórico escolar do colégio anterior, comprovante de residência e foto 3x4. As matrículas são feitas das 7h às 11h30 e das 13h às 17h. O diretor de gestão curricular de João Pessoa, Gilberto Cruz, garantiu que quando o aluno não encontrar a vaga, a Secretaria de Educação vai orientar uma outra escola e nenhum aluno vai ficar sem matrícula.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE