segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Mãe é suspeita de matar filho de 11 anos com um tiro na cabeça

Alagoas 24 horas -

Uma criança de 11 anos foi morta com um tiro na cabeça disparado pela própria mãe na manhã deste domingo (29) no bairro Itaoca, em Fortaleza. Elisabete Dourado da Silva alega que o tiro foi acidental e ocorreu enquanto ela mexia na arma. Segundo a Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), a mulher não tinha porte de armas e diz que comprou o revólver para se defender.

A polícia foi acionada pelos vizinhos e o garoto Iarley Dourado foi levado para o Hospital Distrital Maria José Barroso de Oliveira, mas já chegou com morte cerebral. A mãe foi detida ainda no hospital. De acordo com a polícia, há divergências entre o depoimento da mãe e as informações prévias do perito. Foi instaurado um inquérito e Elisabete segue presa na DHPP.

“Ela estava com sinais de quem havia bebido e consumido drogas e outras substâncias, então vamos aprofundar as investigações para apurar o que de fato ocorreu”, declarou a delegada Socorro Portela. Ainda de acordo com a delegada , a mãe da vítima afirmou que comprou a arma na feira da Parangaba há dois meses, por R$ 1,2 mil, “para se defender de uma rival”.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE