sábado, 28 de janeiro de 2017

Justiça suspende aumento de 466% na taxa de iluminação em Soledade

G1 -

O juiz Falkandre de Sousa suspendeu temporariamente a Medida Provisória do prefeito de Soledade, Geraldo Moura (PP), que visa o reajuste de 466% na taxa de iluminação pública do município. A cobrança sairia de R$ 1,71 para R$ 9,69, mas a Medida Provisória ainda precisa ser votada na Câmara para ser aprovada.

O prefeito Geraldo Moura (PP) alegou que o reajuste faz parte de uma necessidade de aumentar a arrecadação do município para cobrir os gastos.
Ainda segundo o parlamentar, a taxa estava defasada e era preciso uma atualização já que o valor pago pelos moradores não garantia a manutenção da rede. Sobre o percentual de aumento, o prefeito explicou que a taxa varia de cada localidade.


Segundo o IBGE (2010), Soledade tem pouco mais de 13,7 mil habitantes e 80% da população tem renda que varia entre meio e um salário mínimo.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE