quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Detento armado mata presos durante briga de facções em presídio da Paraíba

Hyldo Pereira – 

De acordo com informações da Polícia Militar, mulheres estavam na visita íntima quando os apenados ordenaram que elas saíssem do local e, logo em seguida, iniciaram a rebelião

Terminou no início da tarde desta quarta-feira (4), a rebelião no Presídio Romero Nóbrega em Patos, no Sertão paraibano, a 310 km de João Pessoa, deixando dois presos mortos e dois feridos. As vítimas foram feridas por arma de fogo que estava com um dos apenados, até as 13h (hora local). O crime foi motivado por briga entre facções, segundo informou o delegado regional de Patos, Sylvio Rabello.
  
“O presídio está tranquilo e agora vamos investigar como a arma de fogo entrou na unidade. Ainda não identificamos com quem está o revólver, mas a polícia vai revirar o presídio até encontrar. A confusão foi gerada por causa de briga entre facções rivais que ocupam bairros de Patos”, explicou o delegado, dizendo ainda que o presídio deverá passar por uma operação pente fino ainda nesta quarta.

O motim na unidade prisional começou por volta das 10h30 quando ocorria a visita íntima. Segundo a Polícia Militar, os apenados ordenaram que as mulheres saíssem do local e, logo em seguida, iniciaram a rebelião.

Unidades do Samu, Corpo de Bombeiros e homens da Polícia Militar foram deslocadas para o presídio.

Os mortos foram identificados como Darlan Alves dos Santos e Mailson dos Santos Nunes. Os feridos foram levados para hospital da cidade. O estado de saúde deles não foi divulgado.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE