quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Cuité, 80 anos de Emancipação Política

Eliel Soares -

A Emancipação Política de Cuité se deu em uma segunda-feira, 25 de janeiro de 1937, quando Cuité de distrito de Picuí passa a categoria de município. 

A instalação do município foi resultado de um processo de proporções muito significativas que envolveu boa parte da pequena população, que sonhava com a autonomia política e administrativa de sua terra, mas alguns cuiteenses tiveram um papel de destaque pela atuação na luta pela independência do Distrito de Cuité, o empenha dessas pessoas foi de significativa importância para que Cuité ganhasse a sua independência  tão sonhada durante muitos anos.

Destacaram-se – nesse movimento de libertação, o Sr. Pedro Viana da Costa,que também vem a ser o primeiro prefeito nomeado de Cuité; Jeremias Venâncio dos Santos, político de grande prestigio; Basílio Magno da Fonseca, que dez anos mais tarde seria o primeiro prefeito eleito pelo voto direto dos cuiteenses; Padre Luís Santiago, pároco local na época; Juvino Pereira da Costa,  conselheiro municipal – cargo idêntico ao de vereador quando Cuité pertencia a Picuí, também tiveram destaque os senhores: Benedito Venâncio dos Santos, João Venâncio da Fonseca, João Teodósio  da Silva Coelho, Rivaldo Silvério da Fonseca, Ulisses Viana da Costa, Benedito Regino Cabral, Amálio Limeira, entre outros.

Vale lembrar que no período de dez anos, de 1937 quando Cuité ganha sua emancipação política, até 1947, o município foi  governado por prefeitos nomeados pelos interventores federais em nosso estado, pois o Brasil estava vivenciando o chamado “Estado Novo” regime político ditatorial implantado por Getúlio Vargas. Autoritarismo, centralismo e corporativismo, essas eram as características desse regime. O congresso é fechado, são abolidos os partidos e suspenso as eleições, os tribunais e os juízes independentes. Nesse período, três interventores tiveram a frente do poder político aqui na Paraíba, Argemiro de Figueiredo, Dr. Ruy Carneiro e Osvaldo Trigueiro que num período de dez anos designaram 14 prefeitos para governar nosso município; são eles: Pedro Viana da Costa, João Venâncio da Fonseca, Jeremias Venâncio dos Santos, Rivaldo Silvério da Fonseca, Hercílio Rodrigues de Oliveira, Francisco Lucas de Souza Rangel, Antônio Farias, Estácio Tavares Wanderley, Antônio Coutinho, Humberto Silva, Adauto Soares, Antônio Pessoa, Benedito Venâncio dos Santos e Pedro Bento de Lima.

A primeira eleição com a participação popular para o Poder Executivo Municipal só ocorre em 12 de outubro de 1947 e a posse em 14 de novembro do ano em curso. Na disputa entre Basílio Magno da Fonseca  e João Teodósio da Silva Coelho, o Sr. Basílio Magno saiu vencedor e foi o primeiro prefeito eleito de Cuité.


Eliel Soares – Historiador

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE