quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Após ser acusado de desaparecimento, esposa explica “sumiço” de vereador do Damião


Redação com PoliticandoPB -

Após ser acusado de desaparecimento, depois de faltar à solenidade de posse no último domingo (01), o vereador Cícero Bindá (PSD), da cidade do Damião, Curimataú paraibano, foi localizado. O parlamentar se encontra no estado de São Paulo, segundo informou a sua esposa a um portal de notícias da cidade.

Ainda de acordo com a esposa de Cícero, o mesmo viaja todos os anos para o estado paulista para visitar seus parentes. Ela ainda disse que o vereador não é obrigado a tomar posse no primeiro dia do ano, pois o regimento interno da Câmara Municipal permite que o mesmo seja empossado com até 15 dias após a posse dos eleitos.
A polêmica em torno do vereador Cícero Bindá se dá após o mesmo faltar a sessão em que ele tomaria posse e votaria na presidência da Câmara. De acordo com informações, o vereador era um dos votos que o candidato à presidência, vereador Josaildo Freitas (PROS), contava para a sua eleição ao cargo, no entanto, com a ausência do parlamentar à sessão, Josaildo acabou perdendo para o segundo candidato, o vereador Raimundo (PSB).

Entenda o caso:
Josaildo era aliado do prefeito Lucildo Fernandes (PSB), contudo, se lançou candidato à presidência do Legislativo Municipal contando com os votos da bancada de oposição, inclusive, com o do vereador Cícero Bindá (PSD). Porém, ao chegar à sessão, Josaildo notou a ausência de Cícero, mesmo assim manteve a candidatura contra o segundo candidato aliado do prefeito, o vereador Raimundo (PSB). Com oito parlamentares, a eleição terminou empatada. 

Raimundo levou a melhor, pois contou com o voto de um dos vereadores da bancada de oposição e venceu a disputa pela idade, por ser mais velho que Josaildo.

COMPARTILHE