sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Patrimônio geológico de Picuí pode ser aproveitado para o Geoturismo diz Téc. em Mineração.

Setor Mineral -

O geoturismo, é um novo ramo do turismo, traz a oportunidade para que áreas com potencialidades naturais possam se desenvolver de forma sustentável e valorizando não só os elementos de fauna e flora, mas principalmente o patrimônio geológico-geomorfológico, proporcionando ao turista não só a admiração da paisagem, mas o entendimento dos processos que se sucederam até que ela se formasse e quais os processos que continuam a atuar sobre ela (CAVALCANTE, 2011).

Segundo o Técnico em Mineração, Antonio de Pádua Sobrinho o município  de Picuí, localizado  na região do Seridó Oriental Paraibano, ao logo da história  foi submetido a processos naturais que resultaram  em um  vasto  patrimônio geológico, que segundo Brilha (2005), corresponde aos locais que apresentam  as seguintes características: Abióticas (geologia, geomorfologia, hidrografia e/ou clima) singulares, que podem estar associados a elementos históricos e culturais (sítios arqueológicos e paleontológicos, por exemplo).

“O patrimônio geológico do município de Picuí  pode ser observado nas diversas formas tais como: variedade de ambientes resultantes de formações naturais, constituídas por  belas formações paisagísticas; afloramentos  rochosos,  associados à produção mineral, que faz parte da história econômica da região e sítios arqueológicos, ricos em arte rupestre, retratam a rica cultura dos antepassados  que  tornam-se  um grande atrativo para a prática do geoturismo no município”, disse.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE