segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Homem enciumado ateia fogo na própria casa com filhos dentro, em Nova Floresta

NoticiandoPB -

Um incêndio foi registrado na madrugada desta segunda-feira (5), na cidade de Nova Floresta, no Curimataú paraibano. O caso ocorreu na Rua Pedro Flora, por trás da escola Julieta de Lima e Costa.  

Por volta da 1 hora da manhã, um homem identificado como Givanilson dos Santos Silva (Nené das Merces), 30 anos, após  surto de ciúmes ateou fogo na própria casa. No momento do incêndio três filhos do acusado estavam dormindo  no interior da residência.

Segundo informações de vizinhos, o acusado começou a brigar e discutir com a companheira ainda na noite do domingo (4), onde chegou a quebrar uma TV e um aparelho de som atirando os objetos na rua.
Com medo de ser morta pelo  companheiro, a mulher, identificada como Lucineide Pereira da Costa (Paulistinha), 34 anos, se escondeu na casa de amigos horas antes do ocorrido.

Após o crime, o homem fugiu do local deixando os filhos dormindo. Imediatamente vizinhos adentraram na casa e resgataram as crianças. "Era o fogo comendo no centro e a gente tirando as crianças de lá de dentro, a menina que tinha o sono pesado quase não  acordava, foi tirada a força e saiu meia cambaleando", disse uma vizinha.

Populares começaram ainda na madrugada uma operação para tentar apagar o fogo. O corpo de bombeiros  de Campina Grande foi acionado e chegou por volta das 4h20 da manhã. Devido a escassez de água na cidade e o uso apenas de baldes, as chamas só foram contidas totalmente com a chegada dos bombeiros.
Essa não foi a primeira vez que o acusado tentou acabar com a vida de Lucineide. No ano de 2012, inconformado com o fim do relacionamento, Givanilson colocou fogo na entrada da casa de Paulistinha e dias depois foi preso pela Polícia Civil de Picuí-PB.

Até o fechamento dessa matéria o suposto autor do crime não foi encontrado.





Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE