quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Carteira de Habilitação ganha novo visual em janeiro

Uol -

Seguranças foram feitos reféns por criminosos durante ataque à sede do Detran-PB, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, na madrugada desta quinta-feira (22). Os bandidos explodiram caixas eletrônicos instalados no local. Parte do prédio ficou destruída. 
As vítimas informaram à polícia que os assaltantes estavam fortemente armados. Eles conseguiram ter acesso aos cofres de dois equipamentos e fugiram levando a quantia, que até a publicação desta matéria não havia sido divulgada. Nenhum dos seguranças foi ferido, mas os profissionais tiveram armas roubadas pelo bando.
Depois da explosão, os bandidos fugiram em dois carros. Grampos foram jogados na pista da Avenida Hilton Souto Maior. Um veículo que teria sido usado pelos assaltantes foi abandonado em área próxima à hípica do mesmo bairro. O carro estava sem placas.

A partir de 2 janeiro de 2017, a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) terá novas cores e itens de segurança. Uma das principais alterações será a troca da tinta azul esverdeada da tarja que fica no topo do documento atual, acima da foto de identificação do cidadão, para a cor preto.

A impressão continua em alto relevo e a tarja passa a ter o mapa do Estado responsável pela emissão da CNH, do lado direito. No alto do lado esquerdo, sob o brasão da República, a imagem do mapa do Brasil passa a ser impressa com tinta especial de segurança, que também dificulta a falsificação.
Todo o fundo do documento vai ficar mais amarelado e alguns elementos gráficos, como números, poderão ser conferidos com o uso de luz ultravioleta. O documento ganhará brasões da República impressos que só serão vistos com o uso de luz negra.
Na parte de baixo, o documento ganha uma holografia com a sigla CNH impressa repetidas vezes. Além disso, aparecem novos fios de microletras que também servem para dificultar falsificações. Os itens de controle de segurança incluem mais elementos em relevo e em microimpressão.

O documento ganhará um código numérico de validação composto pelos dados individuais de cada CNH. Esse código vai permitir aos agentes de trânsito validar a habilitação por meio de um aplicativo que deve ser disponibilizado pelo Denatran (Departamento Nacional de Trânsito).
A nova CNH também terá dois números de identificação nacional – Registro Nacional e Número do Espelho da CNH – e um número de identificação estadual, que é o número do formulário Renach (Registro Nacional de Condutores Habilitados).

Todas as carteiras solicitadas a partir de janeiro virão com o novo desenho. Os condutores não precisarão trocar as suas CNHs atuais que ainda estão dentro da validade pelo novo documento. No Estado de São Paulo, são emitidas cerca de 450 mil carteiras de habilitação por mês.



Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE