quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Zé Maranhão se reúne com Michel Temer para tratar de assuntos da Paraíba

G1 -

Um dia após a aprovação em segundo turno da Proposta de Emenda à Constituição que limita os gastos públicos, o presidente da República Michel Temer promoveu nesta quarta-feira (26) um mutirão de audiências individuais com políticos no Palácio do Planalto. Dentre os parlamentares recebidos pelo presidente  está o senador e presidente estadual do PMDB, José Maranhão, que comanda a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). O encontro entre os peemedebistas está marcado para as 19h30.
De acordo com a assessoria da Presidência, Temer sempre tem muitos pedidos de audiência, então ele resolveu “reservar” esta quarta para atendê-los e colocar os pedidos em dia.
Segundo alguns dos políticos que se reuniram com o presidente ouvidos, as audiências foram para tratar de assuntos relativos aos respectivos estados.
Segundo a agenda oficial, Temer recebeu o primeiro político às 10h30. Ao todo, ele tem reuniões marcadas até as 20h com sete deputados federais, quatro senadores e dois governadores. Esse é o maior número de reuniões de Temer com parlamentares e governadores no mesmo dia desde que ele assumiu.

Pela manhã, o presidente recebeu os deputados Roberto de Lucena (PV-SP), Luís Tibé (PTdoB-MG) e Marcelo Matos (PHS-RJ), o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) junto a investidores chineses do setor de ferrovias, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e o vice-governador do estado, Raul Henry.
À tarde, constam da agenda oficial de Temer reuniões com os deputados Jovair Arantes (PTB-GO), Giacobo (PR-PR), Odelmo Leão (PP-MG), Joaquim Passarinho (PDS-PA), os senadores Ricardo Ferraço (PSDB-ES), Edison Lobão (PMDB-MA),  Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) e o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung.
Audiências
O deputado Roberto de Lucena (PV-SP), primeiro a ser recebido por Temer nesta quarta, informou que tratou da criação da Secretaria Nacional da Pessoa Idosa com o presidente.

“Havíamos solicitado essa audiência antes de a lei ser sancionada para sensibilizar o presidente sobre o tema. Temer compreende a urgência do caso. Fui agradecer e mostrar o esforço da comissão na Câmara para desenvolver uma agenda”, relatou Lucena.
O deputado disse ainda que não chegou a tratar especificamente da reforma da Previdência, apesar de os assuntos serem correlatos. “Não falamos disso especificamente. Temer não sinalizou um prazo. Falou apenas da importância de enfrentar esse assunto”, afirmou.
O deputado Marcelo Matos (PHS-RJ) afirmou que conversou sobre necessidades do Rio de Janeiro, principalmente em relação à segurança da Baixada Fluminense.
“Tem algumas cidades lá em que a população está apavorada. Fui ressaltar isso e pedir a permanência do Exército em certos pontos, mas não ficou nada definido”, disse o deputado.
Ele ainda elogiou a velocidade com que conseguiu ser recebido por Temer. “Nunca fui recebido tão rapidamente em um governo nesses seis anos que estou aqui no Congresso. Minha assessoria pediu o encontro em um dos jantares dessa semana e já fomos atendidos.”
A assessoria do governo de Pernambuco informou que a audiência de Paulo Câmara e Raul Henry com o presidente Temer foi pedida há uma semana. Nela, de acordo com a assessoria, eles pediram a retomada de obras tocadas pelo governo federal, como a transposição do Rio São Francisco e a Transnordestina.
O deputado Joaquim Passarinho (PDS-PA) disse que tratará de investimentos para o estado do Pará, já que esta é sua primeira reunião com o presidente.

COMPARTILHE