quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Servidores da UFPB decidem nesta quinta-feira se entram em greve

G1 –

Os servidores técnicos e professores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) decidirão nesta quinta-feira (20) se entram em greve. A atividade acontecerá nos quatro campi da instituição e tratará também da agenda de mobilização docente em defesa dos direitos e da educação.
Nos campi de João Pessoa, Areia e Bananeiras, a assembleia começará às 9h30. Já no Litoral Norte (Mamanguape e Rio Tinto), a reunião está marcada para as 16h. Em João Pessoa, os professores se reúnem no Centro de Vivência e, nos campi do interior, nas secretarias adjuntas da ADUFPB.
Em reunião realizada nos dias 8 e 9 deste mês, o Setor das Instituições Federais de Ensino (Setor das Ifes) do Andes-SN deliberou pela intensificação das ações, em conjunto com os demais servidores públicos para a construção da Greve Geral. A decisão foi tomada com base nos encaminhamentos apontados pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe).
Com isso, o Andes incorporou o calendário de mobilização do Fonasefe, com indicativo da Greve Geral para a primeira quinzena de novembro, tendo como referência o dia 9 de novembro, com os seguintes eixos: "Todos às ruas rumo à Greve Geral! Contra as Reformas da Previdência, Trabalhista e o PLC 30 da Terceirização! Contra o PLC 54 (PLP 257), a PEC 241 e PL 4567! Contra o Ajuste Fiscal e pela Auditoria da Dìvida Pública e redução da taxa de juros! Em defesa do Emprego! Contra a Lei da Mordaça e a Reforma do Ensino Médio!".
O Setor das Ifes também definiu o dia 24 de outubro como o Dia Nacional de Luta dos servidores públicos, com mobilização e paralisação, em articulação com todo o setor da Educação - público e privado -, tendo como eixo "Educação na rua contra a retirada de direitos, a Lei da Mordaça e a Reforma do Ensino Médio".

A reunião acontece às 10h com as seguintes pautas:
- Informes local e nacional;
- Indicativo de greve por tempo determinado contra a PEC 241 e em defesa dos direitos dos trabalhadores;
- Avaliação e encaminhamentos.



Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE