terça-feira, 25 de outubro de 2016

Prefeito eleito ameaça recorrer à Justiça caso eleição para presidente da Famup não seja adiada

Blog do Gordinho -

Olivânio prefeito de Picuí com o prefeito de Soledade Geraldo Ramos
O prefeito eleito de Soledade, Geraldo Moura Ramos (PP), ameaçou recorrer à Justiça, caso a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) não aceite adiar para janeiro a eleição para a escolha de seus dirigentes. 

O futuro gestor municipal, que já havia lançado seu nome na disputa, informou que vários colegas já adiantaram que se desfiliariam da entidade, pois não teriam o direito ao voto.

“Eu espero bom senso, que revejam essa posição e remarquem para janeiro a eleição, se for preciso, mudando o estatuto. Mas, buscarei com a minha assessoria jurídica inibir a eleição por conta da forma como esse processo está ocorrendo”, disse.

De acordo com ele, a eleição que estava prevista para ocorrer entre os dias 10 e 15 de janeiro foi antecipada para dia 30 de outubro e tem como candidato o ex-candidato a prefeito de Pedra Lavrada, Tota Guedes (DEM).

Geraldo Moura Ramos defendeu a renovação na presidência da Famup ao se manifestar contrário ao processo de reeleição.

“A reeleição não é benéfica em nenhum processo democrático. Não tenho nada contra Tota Guedes, mas ele já ocupou a presidência por dois mandatos e se coloca como candidato novamente”, falou.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE