Brasil não ajuda e família recebe apoio da Espanha em caso dos esquartejados - Jornal Diário do Curimataú
Home » , , » Brasil não ajuda e família recebe apoio da Espanha em caso dos esquartejados

Brasil não ajuda e família recebe apoio da Espanha em caso dos esquartejados

Written By Diário do Curimataú on segunda-feira, 26 de setembro de 2016 | segunda-feira, setembro 26, 2016

Halan Azevedo -

Já viajou para a Espanha um dos familiares do casal paraibano e dois filhos assassinados em Pioz, na Espanha. 

O familiar que viajou é Walfran Campos, irmão de Marcos Campos que foi assassinado junto com a esposa e dois filhos no país europeu. Ele vem recebendo apoio do cônsul geral da Espanha em Salvador, Gonzalo Fornier, que afirmou estar à disposição da família para ajudar no que for preciso, inclusive com assistência jurídica gratuita.
De acordo com familiares, Walfran conseguiu viajar para a Espanha após as passagens terem sido doadas pelo governo do estado. Porém, a ajuda é considerada pouca, já que Walfran vai precisar passar 30 dias na Espanha para concluir os trâmites burocráticos e trazer os quatro corpos de volta ao Brasil.

“A ajuda está sendo muito pouca. O governo estadual deu as passagens, mas meu tio vai passar 30 dias na Espanha e não temos recursos para a estadia. O Itamaraty nos respondeu por e-mail que não existem recursos para ajuda e que eles só vão auxiliar na burocracia”, disse um familiar das vítimas.

A ajuda concreta vem sendo dada pelo cônsul espanhol Gonzalo Fornier. Em áudio enviado a família, ele afirma que a ajuda aos paraibanos é um dever de humanitário e de solidariedade e que toda a Espanha está chocada com o crime.

“Tenho pensado muito em seu irmão, na sua família. A Espanha está muito impressionada com o que aconteceu. O que aconteceu é terrível. A polícia portuguesa está avisada e te esperam para que você não tenha nenhum problema ao chegar. Estou a disposição para tudo a sua família. Tenho um amigo que vai ajudar vocês nas questões burocrática gratuitamente. Você não está só. Tudo o que é feito é minha obrigação moral como ser humano.”, afirmou o cônsul.

Mesmo com o apoio do consulado espanhol no Brasil, a família dos paraibanos ainda necessita de ajuda para conseguir R$ 100 mil para poder trazer os corpos ao Brasil. Clique aqui e veja como ajudar.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.


Compartilhe em sua rede :

0 comentários:

Speak up your mind

Tell us what you're thinking... !

5 Anos fazendo jornalismo

Destaque da semana

ONG Nova Baraúna comemora 11 anos de fundação; veja programação

Redação - No próximo dia 17 de dezembro, a ONG Nova Baraúna comemora 11 anos de fundação. As festividades terão inicio cedinho com al...

DIVULGUE VOCÊ TAMBÉM

CREATIVE TV - 24h NO AR!

CURTA E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

Mais Acessadas

SEJA NOSSO REPÓRTER

TV: AVENTURA; ACOMPANHE

 


Copyright © 2016. Jornal Diário do Curimataú - Todos os Direitos Reservados. Grupo JM de Comunicação - Deus é Fiel
Desenvolvido Por Aluísio Silva