terça-feira, 30 de agosto de 2016

Homem morre e idoso fica ferido em tiroteio durante ataque a banco de Queimadas

G1 PB -
Fuzil calibre ponto 50, que derruba aeronaves e de uso exclusivo
das Forças Armadas, foi apreendido pela Polícia Militar da Paraíba
Um homem morreu e um idoso de 71 anos ficou ferido durante um ataque a uma agência bancária na cidade de Queimadas, no Agreste paraibano, na noite da segunda-feira (29). 

Conforme as primeiras informações da Polícia Militar, o homem morto é suspeito de participação no assalto ao banco. Já o idoso é morador da cidade e foi baleado durante o tiroteio da polícia com os suspeitos. Um fuzil ponto 50 foi apreendido.


De acordo com o Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), os moradores acionaram a PM pouco antes da meia-noite. Os criminosos fizeram um cerco nas ruas das imediações do banco. Duas explosões foram ouvidas. Mais de 10 viaturas da polícia foram deslocadas para a agência bancária e houve tiroteio.

Um homem morreu e um idoso de 71 anos ficou ferido durante ataque
Ainda segundo informações da polícia, um dos assaltantes, que estava de colete à prova de balas, foi morto e o corpo foi abandonado pelos outros suspeitos. O idoso, que passava próximo ao local, foi atingido por um tiro no rosto e teve que ser levado para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde até as 6h passava por cirurgia. Carros da polícia foram atingidos, mas nenhum policial ficou ferido.

O corpo do suspeito foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande e ele já foi identificado. A Polícia Militar informou que após o tiroteio os criminosos fugiram por diversas estradas espalhando grampos e ninguém foi preso. Pelo menos 10 carros que passavam pelo local tiveram pneus furados.

Conforme a Polícia Militar, os caixas eletrônicos foram explodidos, mas não há informações de quanto em dinheiro foi levado. Um fuzil ponto 50, arma de grosso calibre de uso exclusivo das Forças Armadas, e três revólveres foram encontrados e apreendidos pela polícia.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE