sábado, 6 de agosto de 2016

Agricultores colhem 8 mil pés de alface e têm renda de R$ 6,4 mil por mês, na PB

Correio -
Alfaces são cultivados com a técnica da hidroponia
Dois agricultores paraibanos que resolveram apostar no cultivo do alface através do sistema de hidroponia, que não deixa a planta ter contato com o solo, estão conseguindo colher oito mil pés por mês e ter uma renda de R$ 6,4 mil por mês. 

O cultivo vem sendo realizado no município de Maturéia, Sertão paraibano, a 327 km de João Pessoa.

A produção começou em 2015 e tem assistência prestada por técnicos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB). 

No projeto trabalham os dois agricultores e mais duas pessoas da família, que produzem atualmente dois mil pés de alface por semana, e comercializam o produto em feiras e supermercados da Paraíba e do Rio Grande do Norte.

Segundo a Emater-PB, o cultivo através da hidroponia representa uma opção viável para o plantio de alface, tomate, abobrinha, pimentão, pepino, morango, melão e plantas ornamentais.

A técnica atende exigências de alta qualidade dos consumidores, produtividade e mínimo desperdício de água e nutrientes. O processo de produção faz com que as plantas não entrem em contato com o solo, mas em soluções nutritivas, que são preparadas cuidadosamente para nutrir a planta, circulando entre suas raízes.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE