Homem armado faz tiroteio em velório e toma pessoas como reféns, na Paraíba - Jornal Diário do Curimataú
Home » , » Homem armado faz tiroteio em velório e toma pessoas como reféns, na Paraíba

Homem armado faz tiroteio em velório e toma pessoas como reféns, na Paraíba

Written By Diário do Curimataú on segunda-feira, 6 de junho de 2016 | segunda-feira, junho 06, 2016

Halan Azevedo -

Um homem armado invadiu o velório de Joelson de Assis Oliveira, de 34 anos, e promoveu um tiroteio com reféns, no bairro da Palmeira, em Campina Grande, na tarde desta segunda-feira (6).

O homem foi assassinado nesse domingo (5) durante uma tentativa de assalto, na qual ele foi morto porque tentou tirar a carteira do bolso para entregar aos bandidos. Uma equipe da TV Correio que estava no local também precisou agir para escapar dos tiros.

“Eu estava entrevistando familiares da vítima quando um homem chegou em frente a casa atirando para cima e mandando todo mundo entrar. Havia muita gente no local. Eu entrei correndo e o cinegrafista junto com o auxiliar deitaram no chão. Todo mundo estava nervoso e o último a passar fechou o portão da casa. Eu corri para o quintal da casa”, contou a repórter Mayara Medeiros, que fazia a cobertura no local.
Apesar do portão fechado, um dos bandidos já havia entrado na casa e feito reféns, o que só foi percebido após um policial à paisana tentar arrombar o portão da casa.
“Quando eu soube que o bandido havia entrado tive medo e pensei que ele estava lá para tirar satisfação por conta da reportagem. Nisso, eu corri e consegui pular o muro do quintal, caindo em um caco de vidro que estava no chão da casa vizinha. Não liguei para dor e comecei a pedir para entrar na casa, mas a moradora não permitia. Quando me identifiquei como repórter ela abriu e eu consegui me esconder”, relatou Mayara Medeiros.
Minutos após se esconder, a repórter foi informada que o bandido havia conseguido fugir, pulando o mesmo muro que ela. O cinegrafista e o auxiliar também conseguiram escapar do bandido ao correrem para uma rua ao lado no momento em que o criminoso havia entrado na casa.
O homem armado fugiu e não foi preso. Segundo a PM, o bandido pode ter cometido um assalto perto do local e entrou no velório para se esconder.

Entenda o crime
O velório que iria ser realizado na casa era de um homem que foi assassinado durante uma possível tentativa de assalto na noite do domingo (5).
Segundo a Polícia Militar, a vítima iria para um ensaio de uma quadrilha junina e estava em frente a uma casa com um grupo de pessoas no bairro Monte Santo, quando dois homens chegaram e anunciaram o assalto. Testemunhas relataram que o homem fez um movimento para tirar a carteira da cintura para dar aos criminosos quando um dos bandidos efetuou um disparo, atingindo a vítima.
O rapaz ainda foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma em Campina Grande, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 
Compartilhe em sua rede :

0 comentários:

Speak up your mind

Tell us what you're thinking... !

5 Anos fazendo jornalismo

Destaque da semana

ONG Nova Baraúna comemora 11 anos de fundação; veja programação

Redação - No próximo dia 17 de dezembro, a ONG Nova Baraúna comemora 11 anos de fundação. As festividades terão inicio cedinho com al...

DIVULGUE VOCÊ TAMBÉM

CREATIVE TV - 24h NO AR!

CURTA E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

Mais Acessadas

SEJA NOSSO REPÓRTER

TV: AVENTURA; ACOMPANHE

 


Copyright © 2016. Jornal Diário do Curimataú - Todos os Direitos Reservados. Grupo JM de Comunicação - Deus é Fiel
Desenvolvido Por Aluísio Silva