Casal de deficientes visuais vive linda história de amor em Nova Floresta - Jornal Diário do Curimataú
Home » » Casal de deficientes visuais vive linda história de amor em Nova Floresta

Casal de deficientes visuais vive linda história de amor em Nova Floresta

Written By Diário do Curimataú on quarta-feira, 8 de junho de 2016 | quarta-feira, junho 08, 2016

Rede Mais Notícias/89FM -

A reportagem do Rede Mais Notícias e Rádio 89 FM estiveram  na cidade de Nova Floresta (PB), na residência do casal Jordão Názaro da Silva, de 31 anos e Marinalva Lopes da Silva, de 46 anos. Eles mantêm um relacionamento, ambos têm deficiência visual, sendo que Marinalva não enxerga nada, e Jordão tem cerca 10% da visão.
Marinalva conta que tinha acabado de terminar um relacionamento à distância com um rapaz que também era deficiente visual, e por meio de uma brincadeira ligou para uma prima de Jordão, dizendo que queria arranjar um namorado, e essa prima de imediato passou o número de Jordão para Marinalva.
Assim, desde julho de 2015, eles se comunicam via áudios no WhatsApp e via ligações. Em agosto, eles se conheceram pessoalmente na cidade de Campina Grande, e no mês de setembro se apresentaram às suas famílias. A dupla manteve visitas um ao outro, e no mês de março, já de 2016, Jordão passou a morar na casa de Marinalva. Jordão, natural de Itaporanga, conta que desde o início já gostou de Marinalva e esperou apenas a sua transferência para cidade de Nova Floresta para poder morar junto dela. Ele é técnico administrativo concursado em uma escola estadual.
Nessa instituição escolar, ele conta que ainda encontra uma certa carência de material adaptado, fazendo uso do seu computador próprio que já é adaptado. O casal conta que consegue ‘se virar’ muito bem sozinhos. Como Marinalva conhece a cidade, eles conseguem passear tranquilamente, inclusive indo à Igreja.
A mãe de Marinalva também mora com o casal, e Marinava conta com orgulho que consegue cuidar da genitora tranquilamente com a ajuda do companheiro.
Em termos de comunicação, Marinalva diz que a tecnologia tem ajudado muito aos dois, pois já existem celulares adaptados, aplicativos que ajudam em determinadas funções e atividades do dia a dia, inclusive aplicativos para ir ao mercado e comprar produtos sozinhos, além de hoje em dia poderem encontrar muitas coisas em braile em farmácias, produtos de beleza e higiene.
Jordão conta que junto com a felicidade de estar vivendo esse amor, vem a saudade da família que ficou em Itaporanga, que visita uma vez no mês ou nos feriados.
O casal conta que não pretendem ter filhos, mas pretendem sim casar na Igreja assim que possível.



Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.
Compartilhe em sua rede :

0 comentários:

Speak up your mind

Tell us what you're thinking... !

5 Anos fazendo jornalismo

Destaque da semana

ONG Nova Baraúna comemora 11 anos de fundação; veja programação

Redação - No próximo dia 17 de dezembro, a ONG Nova Baraúna comemora 11 anos de fundação. As festividades terão inicio cedinho com al...

DIVULGUE VOCÊ TAMBÉM

CREATIVE TV - 24h NO AR!

CURTA E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

Mais Acessadas

SEJA NOSSO REPÓRTER

TV: AVENTURA; ACOMPANHE

 


Copyright © 2016. Jornal Diário do Curimataú - Todos os Direitos Reservados. Grupo JM de Comunicação - Deus é Fiel
Desenvolvido Por Aluísio Silva