sexta-feira, 11 de março de 2016

Campina Grande notifica primeiro caso suspeito de vírus H1N1 em 2016

G1 -


Foi notificado nesta sexta-feira (11) o primeiro caso suspeito do vírus H1N1, em Campina Grande, no Agreste do Paraíba, neste ano de 2016. Segundo a 3ª Gerência Regional de Saúde do Estado, a suspeita surgiu após um quadro de insuficiência respiratória com síndrome aguda em uma paciente de 25 anos moradora da cidade. Mesmo sem confirmação, a paciente está em tratamento isolado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular de Campina Grande.
A médica Tatiana Medeiros, gerente regional de saúde, destacou que ainda não existe nenhuma confirmação e que o caso está sendo investigado.
“Essa paciente foi internada no hospital com um quadro de insuficiência respiratória em uma síndrome aguda. Houve suspeita de embolia pulmonar, mas exames descartaram. Pela suspeita de vírus H1N1, o caso foi notificado”, explicou ela.
Como medida preventiva e combate epidemiológico, a paciente de 25 anos foi isolada e os profissionais de saúde estão usando proteção especial. A saliva da mulher foi coletada e encaminhada para investigação em laboratório, que deve confirmar ou descartar o caso. Segundo a gerência regional, a paciente é moradora de Campina Grande e não saiu da cidade nos últimos meses.

Segundo a diretora de vigilância em saúde de Campina Grande, a enfermeira Eliete Nunes, esta não é a primeira vez que a cidade notifica casos suspeitos. Entretanto, até então nenhum deles foi confirmado. “Em outros anos, quando houve um alerta maior no Brasil, chegamos a notificar casos, mas felizmente não houve nenhuma confirmação e nossa torcida”, disse ela.

COMPARTILHE