terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

A terra tremeu forte em Caruaru - PE

NE 10 - 

Um abalo de magnitude 3.8 na escala Richter foi sentido em diversos municípios do Agreste pernambucano na tarde desta terça-feira (23). O epicentro do sismo foi registrado em São Caetano, a 150 km do Recife. O tremor foi confirmado pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis-UFRN).

De acordo com o sismólogo Joaquim Ferreira, do LabSis-UFRN, o abalo fo considerado forte para a região Agreste de Pernambuco, uma vez que nesta localidade os tremores não costumam passar dos 3.5 na escala de medição. "Em nível mundial, é um terremoto fraco, mas para essa região pode até causar rachaduras em casas, queda de telhas, entre outros danos estruturais", comentou o especialista.

Ainda segundo o estudioso, é difícil estimar a área de atuação do terremoto, mas seria possível afirmar que com essa magnitude os tremores poderiam ser sentidos em um raio de até 80 km do local do epicentro. Apesar disso, diversas pessoas afirmaram ter sentido o sismo em locais como Recife, Olinda, Paulista, Camaragibe, todos na Região Metropolitana da capital pernambucana.
O jornalista André Luiz Melo, que trabalha em Belo Jardim, no Agreste, contou que sentiu o abalo por volta das 15h30. "Pela sensação que tive, suponho que este tenha sido um dos abalos mais intensos que já senti aqui na região. Estava no trabalho, no primeiro andar de um prédio, quando por volta das 15h35 senti a mesa do meu computador dar uma leve chacoalhada", pontuou.
Já a professora Christiane Lôbo, que mora no terceiro andar de um prédio do bairro Maria Auxiliadora, em Caruaru, disse ter ficado assustada com os tremores. "O primeiro foi bem forte, desci assustada do prédio com o meu filho e senti o segundo um tempo depois", disse. Em outro condomínio da cidade, moradores comentaram que os tremores foram sentidos fortemente.

COMPARTILHE