Homens são assassinados a tiros e facadas na cidade de Bayeux - Jornal Diário do Curimataú
Home » , , » Homens são assassinados a tiros e facadas na cidade de Bayeux

Homens são assassinados a tiros e facadas na cidade de Bayeux

Written By Diário do Curimataú on domingo, 24 de janeiro de 2016 | domingo, janeiro 24, 2016

Tambau247 -

Dois homens foram assassinados na tarde deste domingo (24) na cidade de Bayeux, região metropolitana da Capital. 

O primeiro crime aconteceu na Comunidade do Torto, no bairro do Baralho. Sebastião César da Silva, 43 anos, foi morto com tiros e golpes de faca.
Segundo a polícia, o crime ocorreu perto da casa sua mãe, que chegou ao local do crime e se desesperou ao ver o filho morto no chão e emocionou a todos os que viram a cena.
As informações colhidas pela polícia são de que ele tinha saído para ir numa mercearia e quando voltou foi surpreendido pelos acusados. Há suspeitas de que o crime tenha sido cometido por causa de um desentendimento, seguido de ameaça, que havia ocorrido pela manhã no bairro.
O outro homicídio foi registrado cerca de duas horas depois na Avenida Brasil, no bairro do Sesi. A vítima vinha numa bicicleta quando foi abordada por dois homens que estavam numa moto de cor vermelha.
O rapaz carregava uma mochila nas costas, mas não havia nenhum documento que o identificasse. A perícia encontrou sete perfurações de revólver. No local, ninguém conhecia a vítima.

Compartilhe em sua rede :

0 comentários:

Speak up your mind

Tell us what you're thinking... !

5 Anos fazendo jornalismo

Destaque da semana

ONG Nova Baraúna comemora 11 anos de fundação; veja programação

Redação - No próximo dia 17 de dezembro, a ONG Nova Baraúna comemora 11 anos de fundação. As festividades terão inicio cedinho com al...

DIVULGUE VOCÊ TAMBÉM

CREATIVE TV - 24h NO AR!

CURTA E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES

Mais Acessadas

SEJA NOSSO REPÓRTER

TV: AVENTURA; ACOMPANHE

 


Copyright © 2016. Jornal Diário do Curimataú - Todos os Direitos Reservados. Grupo JM de Comunicação - Deus é Fiel
Desenvolvido Por Aluísio Silva