sábado, 21 de novembro de 2015

Picuienses participam do 3º Congresso da Juventude PTista em Brasília DF

Robson Ferreira -
Teve início nesta quinta feira (19), e se estenderá até domingo (22), em Brasília-DF, o 3º Congresso da Juventude PTista com o tema "Uma geração valente para continuar transformando o Brasil, da cidade ao campo e do morro ao asfalto", neste evento estão presente jovens filiados ao PT de todo o Brasil que participaram das etapas municipais e estaduais. O Congresso é principal momento de elaboração política dos diversos setores da juventude do PT e será espaço para formulação e debates sobre os temas que envolvem a juventude brasileira como um todo, e a juventude petista em particular.
 
Durante o 3º ConJPT, serão definidas e eleitas as direções da juventude do PT nos municípios, nos estados e em âmbito nacional. As etapas municipais elegem os delegados para o congresso estadual, bem como as direções da JPT nos municípios. Nos congressos estaduais, serão eleitos os delegados para a etapa nacional e também as direções estaduais. Já no congresso nacional, será eleita a nova direção nacional da JPT.
 
Um grupo de jovens petistas Picuienses participam do evento.
 
Em discurso no 3º Congresso Nacional da Juventude do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que é hora de os jovens lutarem e pediu que apoiem o governo da presidenta Dilma Rousseff.  “Um congresso como esse tem que sair propondo alguma coisa mais forte para o interesse da juventude. Apenas escrever fora Levy [em referência ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy], fora PMDB, é muito pouco”, disse a aproximadamente 600 jovens de todo o país, reunidos em Brasília.
 
O ex-presidente lembrou que, antes de ser eleita presidenta, Dilma foi duramente criticada por não ter exercido cargos eletivos, como deputada e senadora. “Falavam que a Dilma era um poste. O poste iluminou este país.”
  
Eleições 2018
Em relação às eleições presidenciais de 2018, Lula disse aos jovens que, antes de pensar no futuro pleito, é preciso se preocupar com as eleições de 2016, quando serão escolhidos prefeitos e vereadores. “Não tem 2018 se a gente não tiver 2016. Precisamos construir 2016, precisamos ter candidatos fortes”. O ex-presidente defendeu a participação dos jovens para o fortalecimento do PT e que é preciso ter coragem para debater os temas complicados.

 


COMPARTILHE