quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Nova Floresta realiza 4ª edição da Caprifeira com cultura e feira de animais

Ascom -

A cidade de Nova Floresta, no Curimataú paraibano, está realizando a 4ª Caprifeira, com diversas atividades. Promovida há quatro anos, a feira estimula os negócios da caprinocultura e outras iniciativas locais.
 
Até o domingo (29) a cidade terá diversas atrações e estímulo aos negócios da caprinocultura
 
Além da exposição de caprinos e ovinos e feirinha de artesanato, o evento terá um torneio leiteiro, encontro de bandas filarmônicas, desfiles, exibição de filmes e gastronomia. A feira iniciou no sábado passado (21) e ocorre até o próximo domingo (29) na Praça de Eventos, no Centro da cidade.
 
Conforme a gerente do Sebrae em Araruna, Heloisa Mirelli Diniz, o evento promove a integração de diversas atividades econômicas do território. “Nós enfatizamos a caprinocultura da região e a cultura local. Um incentivo ao desenvolvimento territorial através do empreendedorismo que transforma a vida das pessoas. Todos se interessam e se engajam nos potenciais existentes das localidades para gerar renda”, disse.
 
Um dos destaques do evento é o Torneio Leiteiro e a Pista de Caprinos. A premiação para as cabras vencedoras é de R$11 mil. A Caprifeira está sendo realizada pelo Sebrae Paraíba, Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária da Paraíba (Emepa), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Federação da Agricultura Estado da Paraíba (Faepa).
Campanha Compre do Pequeno
 
A equipe do Sebrae está engajada em orientar e formalizar empreendedores no Curimataú paraibano com outras ações. No dia 18 de dezembro haverá uma mobilização que enfatizará a campanha Compre do Pequeno Negócio e terá a marca “Compre aqui e Faça a Diferença – Nova Floresta”, com a realização da 1ª Feira de Negócios do município. Paralelo a esta iniciativa, outras ações ocorrerão na cidade. No dia 1º de dezembro, haverá uma carreata para lançar o Movimento.
 
A ideia é que os comerciantes locais sejam prestigiados pela população durante a Campanha e essa relação faça a diferença na economia local, de acordo com Heloisa. “Durante todo o mês, o cliente compra acima de R$ 20 e concorre a brindes que serão sorteados no dia 5 de janeiro. É um esforço para aquecer as vendas”, falou.


COMPARTILHE