terça-feira, 20 de outubro de 2015

Decisão emergencial: Prefeito de Baraúna corta gratificações de todos os servidores

Redação -

Nota de esclarecimento:

O Prefeito de Baraúna Alyson José da Silva Azevedo reuniu seu secretariado nesta terça-feira (20/10), após analise da situação critica vivenciada pelos municípios com a queda dos repasses federais, resolveu tomar uma decisão emergencial e transitória, até enquanto perdurar a presente crise.

Resolve cortar as gratificações de todos os servidores municipais. O prefeito Alyson ressalta que Baraúna é o único município da região que ainda estava sustentando a situação, visando não prejudicar seus servidores, inclusive pagando a primeira parcela do 13º salário já em julho. No entanto, com a drástica queda nos últimos meses dos recursos, não há alternativa, é preciso cortar as gratificações e garantir o pagamento em dia.

O Prefeito de Baraúna reitera que a medida é transitória, tão logo melhorem os repasses, a situação será revista e solucionada.

COMPARTILHE