Menor é apreendido e conta detalhes sobre o crime que vitimou 'Cicero do foto' em Nova Floresta - Jornal Diário do Curimataú
Menor é apreendido e conta detalhes sobre o crime que vitimou 'Cicero do foto' em Nova Floresta

Menor é apreendido e conta detalhes sobre o crime que vitimou 'Cicero do foto' em Nova Floresta

COMPARTILHE
89 FM -

Durante toda a segunda-feira (13), policiais militares e civis da Paraíba e do Rio Grande do Norte, trabalharam na tentativa de prender os autores do sequestro seguido de morte que vitimou no domingo (12) o senhor Cícero Vicente da Silva, de 69 anos, mas conhecido como “Cícero do foto”.

Por volta das 14 horas, policiais militares de Jaçanã/RN, prenderam entre Nova Floresta e Cuité, um dos suspeitos do crime, identificado como Rodrigo Lopes, de 18 anos. Com ele apreenderam um Fiat uno branco, placa KGQ 6396, de Araruna/PB, de sua propriedade, que segundo a polícia teria sido usado no sequestro e morte de “Cícero do foto”. Além disso, nessa terça-feira (14) também foi apreendido um menor de idade que estava no veículo de Rodrigo e deu detalhes sobre o crime, confirmando que a autoria do assassinato seria de um albergado, identificado como Tiago. Todos os envolvidos moram na cidade de Jaçanã/RN.

Em entrevista exclusiva a 89 FM, o menor apreendido contou detalhes do crime. Ele contou que estava em Nova Floresta com Rodrigo para assistir o desfile cívico que acontecia na cidade. Em seguida retornaram para Jaçanã. No início da noite, já na companhia de Tiago vieram à Cuité e na volta, já em Nova Floresta, avistaram um carro fox, vermelho, placa MYX 6798, de Jaçanã/RN, parado com a porta aberta. Segundo o menor, Tiago solicitou que Rodrigo desse a volta no carro e em seguida abordou o dono do veículo, “Cícero do foto”, com uma arma, entrando em seguida nessa fox da vítima e se dirigindo ao local onde o mesmo foi executado. O menor ainda disse não ter visto o crime, pois ele e Rodrigo perderam o carro de vista. Com isso, Rodrigo levou o menor para sua residência, em Jaçanã.

A arma do crime seria de posse de Rodrigo, mas já estava com o Tiago na hora do crime. O menor ainda disse que só tomou conhecimento do assassinato no outro dia e que, para ele, o motivo do crime deve ter sido para Tiago obter dinheiro para comprar drogas.

O menor confirmou que o pneu dianteiro do uno estourou no momento em que os veículos estavam se dirigindo por uma estrada de terra, no momento em que seguiam o veículo da vítima, que já estava em poder de Tiago. Em seu depoimento, Rodrigo alegou que estava em Nova Floresta e seguia para Jaçanã quando o pneu estourou, mas ao invés de seguir pelo asfalto, decidiu seguir por uma estrada de terra e esse fato chamou a atenção do delegado da polícia civil, Dr. Durval Barros.

Vitima
Segundo Dr. Durval Barros, que falou também com exclusividade para a 89 FM, o fato de Rodrigo não ter utilizado a pista até Jaçanã, de cerca de 2 km e ter preferido circular em alta velocidade em uma estrada de barro por cerca de 6 km, danificando completamente o pneu do carro é uma atitude suspeita. Rodrigo foi preso e levado para o hospital de Cuité, realizou o exame de corpo delito e foi levado para a cadeia pública, onde está a disposição da justiça.

O delegado Dr. Durval Barros não tem dúvidas do envolvimento dos acusados no crime. Agora, as polícias militares da Paraíba e do Rio Grande do Norte trabalham na captura de Tiago, que se encontra foragido.