DEZ AÇUDES ESTÃO EM ESTADO CRÍTICO NA PARAÍBA, SEGUNDO AESA - Jornal Diário do Curimataú
DEZ AÇUDES ESTÃO EM ESTADO CRÍTICO NA PARAÍBA, SEGUNDO AESA

DEZ AÇUDES ESTÃO EM ESTADO CRÍTICO NA PARAÍBA, SEGUNDO AESA

COMPARTILHE
Açude - mariSegundo os últimos dados coletados pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) dez açudes paraibanos são considerados em estado crítico, ou seja, com abastecimento inferior a 5% de sua capacidade total. Os índices cresceram cerca de 200% se comparados aos dados coletados pela entidade em julho deste ano.
Em julho, apenas três açudes apareciam como em estado de risco, eram eles: “São José IV” (localizado em São José do Sabugi), “São Francisco II” e “Sabonete” (em Teixeira) e Ouro Velho (em Ouro Velho). A situação de todos eles continua preocupante. Agregam-se ao grupo de reservatórios de água mais ameaçados os seguintes açudes: 
- Bastiana, localizado na cidade de Teixeira 
- Bichinho, localizado em Barra de São Miguel
- Cachoeira das Vacas, localizado em Cachoeira dos Índios
- Chupadouro I, localizado em São João do Rio do Peixe
- Prata II, localizado em Prata
- Serrote, localizado em Monteiro
Já os açudes que entraram em estado de observação, por possuírem volume inferior a 20% de sua capacidade, saltaram de 11 para 21 reservatórios. São eles:
- Albino, localizado em Imaculada
- Campos, localizado em Caraúbas
Caraibeiras, localizado em Picuí
- Carneiro, localizado em Jericó
- Emas, localizado em Emas
- Engenheiro Ávidas, localizado em Cajazeiras
- Farinha, localizado em Patos
- Gamela, localizado em Triunfo
- Gurjão, localizado em Gurjão
- Jandaia, localizado em Bananeiras
- Jenipapeiro, localizado em São José da Lagoa Tapada
- Novo II, localizado em Tavares
- Paraíso, localizado em São Francisco
- Riacho das Moças, localizado em Teixeira
- Saco, localizado em Nova Olinda
- Santa Luzia, localizado em Santa Luzia
- Santa Rosa, localizado em Brejo do Cruz
- Serra Branca I, localizado em Serra Branca
- São José III, localizado em São José dos Cordeiros
- São Mamede, localizado em São Mamede
- Várzea, localizado em Várzea

Um fato curioso é que no primeiro semestre do ano, ‘Bichinho’, ‘Bastiana’, ‘Chupadouro I’, ‘Prata II’ e Serrote – hoje em estado de risco – pertenciam ao grupo em observação. Nenhum açude está sangrando atualmente, enquanto em julho 8 reservatórios haviam superado seu volume máximo.

A Aesa monitora o fluxo hídrico de 121 açudes no Estado da Paraíba. Destes, 91 estão armazenando mais de 20% de sua capacidade total. Para obter mais detalhes sobre a situação dos reservatórios de água do estado acesse o portal eletrônico da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba. Clique aqui.

 Portal Correio