quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Gestores de 4 Estados visitam projetos de Avicultura Caipira da Paraíba

Gestores de 4 Estados visitam projetos de Avicultura Caipira da Paraíba

UMCC –

O setor da avicultura caipira é destaque na Paraíba, como cadeia produtiva com 800 produtores associados de 37 associações e cinco cooperativas, abatendo 200 mil cabeças de aves por ano, segundo Associação Brasileira da Avicultura Alternativa (Aval). 

Para conhecer as técnicas que são empregadas no Estado gerando excelentes resultados e levar este conhecimento para as regiões de origem é que o Sebrae promove missões técnicas. Como é o caso de um grupo de gestores de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Bahia, que está na Paraíba até a próxima sexta-feira (24) conhecendo o Estado e suas experiências com a atividade.

Campina Grande, Queimadas, Caturité, Pocinhos, Sumé e Monteiro receberão secretários de Agricultura e vice-prefeitos de municípios dos Estados visitantes. A Cooperativa de Avicultores de Galinha Caipira e Agricultura Familiar do Estado da Paraíba LTDA (Coopeaves) acompanhará o grupo e o levará a seus projetos. Conforme o gestor do projeto Sertão Empreendedor do Sebrae Paraíba, João Bosco da Silva, o momento é de reconhecimento pelo esforço empregado pela instituição no projeto da Avicultura Caipira, que tem dois eixos no Estado e existe desde 2004.

“Esta visita técnica é uma forma de reconhecimento de que estamos no caminho certo com este trabalho. Quando vemos pessoas do Sul e do Sudeste vindo ao Nordeste para pegar as informações e as técnicas que aplicamos aqui na avicultura caipira, é porque nossa forma de atuação está coerente com os preceitos exigidos atualmente na agricultura familiar. Nós juntamos os produtores em cooperativas e conseguimos este destaque, os coletivos deram certo, principalmente na geração de renda dos cooperados”, falou.

O vice-prefeito de Santo Augusto (RS), Marcelo Both, disse que quer melhorar a avicultura caipira na cidade onde ele mora, que ainda não funciona em cadeia produtiva. “A experiência da Paraíba vai nos inspirar a construir nosso sistema como uma alternativa agrícola viável diante do nosso atual problema que é a falta de espaço. Com o aumento do cultivo da soja e da bovinocultura, a cidade, que atende a mais dez municípios a sua volta, tem que investir numa atividade menos agressiva, mas lucrativa. A avicultura me parece uma boa alternativa”, disse.

Já a diretora técnico-científica da Aval, Miwa Yamamoto, disse que veio orientar os gestores públicos a seguirem os novos caminhos legislativos da avicultura. 

“Vamos criar eventos, a partir de 2018, para ampliar as capacitações para os produtores de todo o Brasil. Queremos levar os interessados nesta área para onde as leis vão trabalhando.  A Paraíba tem um histórico de comprometimento com a atividade, principalmente dos governos que apoiam”, ressaltou. 

João Bosco lembrou que, durante esses 13 anos de trabalho do Sebrae com a avicultura, os produtores foram bem capacitados, para evoluir cada vez mais, tanto na produção, em criar e abater corretamente, como na obtenção do lucro. 

Segundo ele, os grupos de avicultores ainda têm a aprender, mas é só questão de tempo para serem os mais experientes com esse tipo de criação. “Trabalhar com essas aves que tem um diferencial, na carne e no ovo, é muito significante, porque eles estão hoje no topo dos melhores alimentos produzidos”, disse.

Cenário 

Atualmente, o Estado possui 92% dos agricultores familiares trabalhando com a avicultura alternativa ou caipira, segundo o conselheiro fiscal da Aval na Paraíba, Vicente de Assis Ferreira. Ele afirmou que o produtor de aves caipiras consegue viver com mais de um salário mínimo na Paraíba. Dos 800 associados deste setor, quatro mil famílias estão vivendo da atividade, o que dá mais de dois associados ou cooperados por família. O associativismo é a união de vários produtores para plantar, criar, abater e vender de maneira profissional e qualificada. Das cinco cooperativas existentes no Estado, três já são de avicultores caipiras. Eles criam o frango em semi-confinamentos, onde as aves andam, ciscam, comem insetos, crescendo por mais tempo e com melhor qualidade de carne e ovo do que o frango criado no sistema industrial. O projeto do Sebrae Paraíba atende atualmente dez cidades do Agreste e Cariri. Já foi implantado um abatedouro, na cidade de Monteiro, que abate cerca de três mil aves num dia, além de associações e cooperativas de produtores, inclusive com orientação e capacitação.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.


Mãe confessa que traumatismo craniano de bebê foi consequência de sua agressão à criança

Mãe confessa que traumatismo craniano de bebê foi consequência de sua agressão à criança

G1 –

A mãe da bebê de 11 meses que teve traumatismo craniano e ferimentos no rosto confessou a agressão à delegada de Polícia Civil Symone Lacet, na cidade de Areia, no Brejo da Paraíba. A mãe da bebê tem 16 anos e, por isso, deve passar por procedimento especial de adolescente. 

Segundo a delegada, durante o depoimento, a mãe inicialmente teria negado as agressões. Porém, ao final do depoimento, quando questionada, ela confessou que agrediu sua filha com um chinelo. 

“Ela conta que, quando viu a criança reagindo aos ferimentos, se arrependeu, repetindo amar sua filha e alegando que nesse dia estava muito nervosa”, disse a delegada.

Ainda durante o depoimento, segundo a delegada, a adolescente disse que foi a primeira vez que agrediu com o chinelo, mas que, anteriormente, teria batido na bebê com tapinhas de leve. 

O Conselho Tutelar da cidade de Areia levou a criança, que teve alta na manhã desta terça-feira (21), para cuidados de uma tia na cidade de Mari, a cerca de 70km de Areia. A Polícia Civil informou que a mãe vai responder pelo ato infracional análogo ao crime de maus tratos. Ao fim dos depoimentos, o processo vai ser encaminhado para a Justiça.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.


Governo Federal lança aplicativo 'Carteira de Trabalho Digital'

Governo Federal lança aplicativo 'Carteira de Trabalho Digital'

Notícias  Ao Minuto –



O governo federal lançou nesta terça-feira (21) o aplicativo "Carteira de trabalho digital", que servirá para os trabalhadores consultarem os dados sobre contratos vigentes ou passados. O documento impresso, contudo, continua a ser o oficial. Pela plataforma, também será possível pedir a primeira ou segunda vias da carteira de trabalho em papel.

O Ministério do Trabalho informou, ainda, que já é possível pedir o seguro-desemprego pela internet (site Emprega Brasil) assim que o trabalhador receber os documentos demissionais. Isso não acaba, contudo, com a necessidade de comparecer a um posto do Sine após o preenchimento do cadastro pela internet.

A medida agilizará o processo, segundo o governo, porque evitará filas e porque o prazo de 30 dias para receber o benefício começará a contar a partir do preenchimento do cadastro na internet, e não após o atendimento presencial. Pelo aplicativo Sine Fácil, o governo informou que é possível encontrar vagas de emprego e agendar entrevistas, além de acompanhar a situação do benefício do seguro-desemprego.

O governo também anunciou que a Escola do Trabalhador oferecerá a partir desta terça 12 cursos e outros 38 serão oferecidos até o fim de 2018. Os cursos são fruto de uma parceria com a UnB (Universidade de Brasília) e, segundo o Ministério do Trabalho, foram definidos com base em pesquisas e demandas do mercado.
A prioridade dos cursos, que são gratuitos e podem ser acessados pelo site da Escola do Trabalhador, será para os desempregados.



Boatos

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, chamou, nesta terça (21), de boato o risco de a reforma trabalhista causar demissões em massa no país. Segundo ele, quem falou sobre a possibilidade de perda de direitos e precarização das condições de trabalho com as novas regras trabalhistas "vai ter de se explicar". Em entrevista à Folha de S.Paulo, o presidente do Tribunal Superior do Trabalho, Ives Gandra da Silva Martins Filho, disse que é necessário reduzir direitos dos trabalhadores para aumentar o nível de emprego. Na semana passada, o governo editou medida provisória que altera a reforma trabalhista, em vigor desde o dia 11. O texto já recebeu mais de 800 emendas, principalmente de parlamentares da oposição, para alterar a proposta.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.


Justiça Federal na Paraíba decide que Associação pode cultivar maconha

Justiça Federal na Paraíba decide que Associação pode cultivar maconha

G1 –

A Justiça Federal na Paraíba (JFPB) decidiu que a Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança (Abrace), em João Pessoa, pode manter o cultivo e manipulação da maconha (Cannabis sativa) para fins medicinais. A decisão da segunda-feira (20) confirma a liminar de 27 de abril deste ano. À época, 151 pacientes associados à entidade foram atendidos pela determinação.

A juíza federal substituta da 2ª Vara Federal, Wanessa Figueiredo dos Santos Lima, tomou a decisão considerando que essa conclusão decorre do direito à saúde e da garantia da dignidade da pessoa humana, constitucionalmente assegurados. A sentença, entretanto, apenas produzirá os efeitos após o trânsito em julgado.

Também foi considerado o custo da importação dos medicamentos à base da Cannabis que poderia chegar a R$ 1 mil por mês. A importação já era permitida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), assegurou a juíza. 

Na decisão também foi reforçada a necessidade da Abrace manter um cadastro dos pacientes beneficiados, onde deve constar documento de identificação pessoal do próprio paciente e do seu responsável, se for o caso e receituário prescrevendo o uso de produto à base de Cannabis.

É necessário um laudo demonstrativo de se tratar de caso para o qual já foram tentados, sem sucesso, todos os tratamentos registrados, além de informações da quantidade de óleo recebida e das datas de cada entrega, requere a determinação.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.


Banco Mundial sugere fim do Ensino Superior gratuito no Brasil

Banco Mundial sugere fim do Ensino Superior gratuito no Brasil

Diário de Pernambuco –


Para cortar gastos sem prejudicar os mais pobres, o governo deveria acabar com a gratuidade do ensino superior. Essa é uma das sugestões apresentadas no relatório "Um ajuste justo - propostas para aumentar eficiência e equidade do gasto público no Brasil", elaborado pelo Banco Mundial.  A ideia é que o governo continue subsidiando os estudantes que estão entre os 40% mais pobres do País. Porém, os de renda média e alta poderiam pagar pelo curso depois de formados. Durante a faculdade, eles acessariam algum tipo de crédito, como o Fies. 

Essa proposta se baseia no fato que 65% dos estudantes das instituições de ensino superior federais estão na faixa dos 40% mais ricos da população. Como, após formadas, essas pessoas tendem a ter um aumento de renda, a suspeita dos técnicos é que a gratuidade "pode estar perpetuando a desigualdade no País"

O Brasil tem aproximadamente 2 milhões de estudantes nas universidades e institutos federais, ao passo que nas universidades privadas são 8 milhões de estudantes. Porém, o custo médio de um aluno numa faculdade privada é de R$ 14.000,00 por ano. Nas universidades federais, esse custo salta para R$ 41.000,00 e nos institutos federais o valor é ainda maior: R$ 74.000,00 ao ano. 

Esse gasto, diz o estudo, é "muito superior" ao de países como a Espanha e a Itália, por exemplo. No entanto, o valor agregado em termos de conhecimento dos estudantes não é muito diferente do das faculdades privadas. Esse critério considera o que o aluno aprendeu em comparação ao que se esperava que ele tivesse aprendido. 

Os gastos do governo com ensino superior são equivalentes a 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB) e crescem, em termos reais, 7% ao ano, acima da média mundial. "As despesas com ensino superior são, ao mesmo tempo, ineficientes e regressivas", diz o relatório.  Uma reforma poderia economizar aproximadamente R$ 13 bilhões ao ano nas universidades e institutos federais. No nível estadual, a economia poderia ser de R$ 3 bilhões. 

Além da cobrança de mensalidades, o estudo sugere que os gastos por aluno tenham como limite o valor gasto pelas instituições mais eficientes. As menos eficientes teriam, assim, de ajustar suas despesas à nova realidade.  Se as escolas do ensino fundamental e médio atingissem o nível das melhores do sistema, o desempenho na prova do Índice de Desenvolvimento do Ensino Básico (Ideb) subiria 40% para o nível fundamental e 18% no médio. No entanto, aponta o relatório, o Brasil gasta perto de R$ 56 bilhões a mais do que seria necessário para ter o atual desempenho. 

A principal proposta para enxugar gastos nessas esferas é aumentar a quantidade de alunos por professor. O estudo diz que a quantidade de estudantes está caindo devido à redução das taxas de natalidade, nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A proposta é não repor os professores que deixam o sistema. Só com isso, a economia seria de R$ 22 bilhões. 

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.


terça-feira, 21 de novembro de 2017

Em Jaçanã, policiais prendem homem com armas de fabricação caseira no Conjunto Flores

Em Jaçanã, policiais prendem homem com armas de fabricação caseira no Conjunto Flores

Notícia da Serra –


Em uma ação conjunta com policiais da cidade de Coronel Ezequiel / RN ( Sd Petrônio e o Sargento Ronildo )  , o Sargento Lopes  novo comandante do policiamento de Jaçanã ao lado do soldado Aparecido conseguiram prender um homem com três armas de fabricação caseira na manhã desta segunda-feira (20). Após a prisão o homem foi conduzido para delegacia de Santa Cruz /RN e ficará a disposição da Policia. O Sargento Lopes ainda confirmou que outros dois homens estavam na mesma casa onde as armas foram encontradas porém conseguiram se evadir do local. "Eles estavam comemorando o homicídio ocorrido ontem aqui", finalizou o Sargento 

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.


Deputado Estadual volta a exigir explicações da Energisa sobre aumento na conta de luz dos Paraibanos

Deputado Estadual volta a exigir explicações da Energisa sobre aumento na conta de luz dos Paraibanos

Paraíba Já –

“Esse reajuste da Energisa nas contas dos paraibanos precisa ser melhor explicado. Diante deste aumento tão violento, tão exagerado, esta Casa não pode virar as costas para esse debate. Esse reajuste é merecedor de explicações neste plenário”, reiterou o deputado estadual Jeová Campos, na sessão desta terça-feira (21), na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

O parlamentar socialista fez um apelo aos seus colegas para votarem o requerimento de sua autoria que convoca os dirigentes da Energisa e Aneel para darem explicações sobre o reajuste. Por falta de quórum, o requerimento não foi votado na sessão desta terça-feira.

Jeová lembrou que, principalmente, nos tempos atuais, de uma economia recessiva, de desemprego, não cabe no orçamento dos paraibanos um reajuste exorbitante, como foi, segundo ele, praticado pela Energisa.

“Em algumas regiões do sertão, tenho recebido muitas reclamações de que as contas tiveram um acréscimo de 100%. Isso precisa ser melhor explicado, pois um reajuste deste foge a razoabilidade”, destacou Jeová.



Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.


Polícia encontra maconha com caricatura de Jair Bolsonaro no Paraná

Polícia encontra maconha com caricatura de Jair Bolsonaro no Paraná

Metrópoles –


Uma operação policial encontrou, na manhã de sexta-feira (17/11), três tabletes e 53 invólucros de maconha com a imagem do deputado Jair Bolsonaro (PSC). A droga foi achada durante uma busca e apreensão em residências do Jardim Universal, em Sarandi, Paraná. Além do conteúdo com a caricatura inusitada, a polícia encontrou na casa de Alisson Chaves, de 22 anos, um revólver calibre .38, além munição intacta de calibre .38 e .22. A maconha foi encontrada nesse endereço e totalizou 3,3 kg. No local também havia uma balança de precisão. Os criminosos foram levados à delegacia de Sarandi após a operação comandada pelo delegado Adão Wagner Loureiro Rodrigues. Os acusados permanecem presos.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.


Prefeito Olivânio Remígio participa de cadastramento biométrico e convida população a fazer o mesmo

Prefeito Olivânio Remígio participa de cadastramento biométrico e convida população a fazer o mesmo

Ascom –

O Prefeito de Picuí, Olivânio Remígio, esteve realizando na ultima sexta-feira (17) o cadastramento biométrico do seu título de eleitor como forma de incentivar aos mais de 2.543 eleitores que ainda faltam fazer a revisão biométrica no município. Além dele, vários secretários municipais também já realizaram o cadastramento biométrico que tem data para encerrar em 30 de novembro deste ano. “É importante que as pessoas não deixem para ultima hora. O processo é rápido e muito prático, além de estarmos garantindo nosso direito de cidadão”, disse Olivânio.  De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), até o momento em Picuí, 82,06% da população já fez o cadastramento, ficando 17,94%, equivalente a 2.543 eleitores faltosos. O cartório eleitoral fica localizado na Rua Raimundo Sales, ao lado da Secretaria de Saúde do município. Para fazer o cadastramento biométrico leve um documento oficial com foto, comprovante de residência dos últimos três meses e o título de eleitor, se houver.





Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.


Modelo de 19 anos “vende” virgindade por R$ 9,6 milhões

Modelo de 19 anos “vende” virgindade por R$ 9,6 milhões

Paraíba Debate –

Uma modelo norte-americana denominada Giselle, 19, comemorou ter vendido sua virgindade por 2,5 milhões de euros (R$ 9,6 milhões) para um executivo de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes. A jovem leiloou sua primeira vez no site alemão Cinderella Escorts, famoso por esse tipo de “negócio”. A atitude polêmica foi descrita por ela ao jornal “The Sun” como um “sonho que virou realidade” e uma “forma de emancipação”. “Se eu quero ter minha primeira vez com alguém que não é meu primeiro amor, essa é uma decisão só minha”, disse.

Ao site “Daily Mail”, a modelo acrescentou: “o fato é que mulheres podem fazer o que elas quiserem com seus corpos e ter a coragem de viver sua sexualidade de maneira livre.” Como forma de proteção, Giselle será acompanhada por um segurança no primeiro encontro com o executivo. De acordo com informações divulgadas pelo site, o segundo maior lance para “comprar” a virgindade da modelo foi dado por um ator de Hollywood, que ofereceu 2,4 milhões de euros. E o terceiro foi oferecido por um político russo, que dispôs de 1,8 milhões. Todos os nomes são mantidos sob sigilo.

Segundo Giselle, o dinheiro será gasto com a faculdade, a compra de uma casa nova e viagens ao redor do mundo. O valor é considerado o mais alto já registrado pelo site, que ganhou os holofotes em 2016 com o leilão da virgindade de uma modelo de 18 anos. Na ocasião, o maior lance foi de 2 milhões de euros.

De acordo com uma entrevista dada à revista “Forbes”, o alemão Jan Zakonielski, 27, criador do site Cinderella Escorts, fica com 20% das transações realizadas pela plataforma. Ele explicou ainda que os anúncios só são feitos por meninas maduras e que estão “psicologicamente bem”.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.